Como turbinar o cérebro

terça-feira, 1 de março de 2011


Uma rápida explicação do que se alimenta nossa mente. Basicamente o cérebro precisa de duas coisas pra funcionar: oxigênio e glicose. Glicose é combustível, é Adenosina Tri Fosfato ou ATP, é energia, ou você queima gordura, ou queima glicose pra funcionar. O cérebro consome mais de 30% da energia de seu corpo e é composto por mais de 75% de água.
Segue abaixo 13 dicas pra dar uma turbinada no cérebro:
 
1. Exercício físico 
Rotinas frequentes de exercícios físicos dilatam canais sanguíneos e aumentam o fluxo de nutrientes para as células cerebrais. Exercícios também ajudam a eliminar toxinas que inibem a absorção de oxigênio e outros compostos importantes para nossa fábrica de idéias.

2. Exercícios mentais
Concentração e criatividade se tornam mais afiadas na medida em que se aprende a manter o foco e afastar distrações, observando e interrompendo o ruído mental. Na medida em que se identificam quais são os fatores que sutilmente nos distraem, é possível agir proativamente, seja resolvendo o problema, seja voltando intencionalmente sua atenção ao seu trabalho. Uma boa dica é aprender meditação.

3. Abuse de música e teatro
Seu cérebro é uma metamorfose ambulante. E até coisas banais, como tocar violão ou sair com os amigos, podem ajudá-lo a funcionar melhor. “A massa cinzenta é extremamente plástica”, diz Sidarta Ribeiro, um dos mais influentes neurologistas do país. “E o que mais ajuda é ler muito e conversar.” Mas não fica nisso: se você quiser aprimorar uma área específica, como a matemática ou a capacidade de leitura, tem como fazer isso de um jeito inusitado. Uma pesquisa publicada em 2008 por um consórcio de 7 grandes universidades americanas mostrou algo que parecia pouco provável: música e teatro aumentam a capacidade de concentração e geram ganhos tão significativos para a memória que você tem como extrapolar a melhora para outras áreas. Eles observaram que quem treina para tocar um instrumento parece ficar mais habilidoso em geometria e a compreender melhor um texto. Quem faz teatro, por fim, fica com a memória mais apurada, pelo hábito de decorar textos e interpretá-los no palco, e aumenta o nível de atenção – algo fundamental para aprender qualquer coisa.

4. Compre um PS3
Videogames exigem tanta atividade cerebral que, sim, podem deixar qualquer um mais inteligente. Essa tese começou a ganhar terreno em 2005, com o livro Everything Bad Is Good for You (“Tudo o Que É Bom É Ruim para Você”), do jornalista científico Steven Johnson. E hoje, com cada vez mais pesquisas mostrando que o simples fato de manter a cabeça ativa aumenta a cognição, ela vem ganhando terreno. Mas espere aí: se games melhoram o cérebro de forma indireta, por que não fazer um jogo que tenha como objetivo deixar os usuários mais espertos? Foi justamente o que a Nintendo fez em 2006. Era o Brain Age, um game projetado para melhorar a capacidade de raciocínio. Ele foi concebido a partir de idéias do neurocientista Ryuta Kawashima. O japonês observou que, quando alguém está trabalhando em algo muito complicado, como equações de física quântica, usa só algumas áreas do cérebro. Mas, se a tarefa for fazer uma sequência de cálculos fáceis (tipo 3 + 2, 4 - 1, 9 + 3...), só que num ritmo frenético, um atrás do outro, acontece um fenômeno: seu cérebro vira um céu de Copacabana no Ano-Novo. Neurônios começam a pipocar suas descargas elétricas em todos os cantos da massa cinzenta. E isso, pela teoria de Kawashima, funcionaria como uma academia para o cérebro. Parece fácil, mas é o suficiente para derreter os neurônios.

5. Coma bem 
Comece o dia com um bom café da manhã: pular a primeira refeição do dia afeta diretamente sua performance mental, reduzindo seu grau de atenção e produtividade. 
Dê preferência a frutas e sucos naturais, e durante o dia complemente com saladas de folhas verdes; isso ajudará a desintoxicar e nutrir seu cérebro, deixando-o mais ágil e prevenindo problemas graves de longo prazo, como radicais livres. 
Os ácidos graxos ômega 3, encontrados em nozes, óleos vegetais, salmão e outros peixes, são ótimos para o aprendizado e a memória. Nossas sinapses também gostam de ácido fólico (a vitamina B9, presente em vísceras de animais, verduras, legumes e grãos) e detestam gorduras trans e saturadas.
Gingko Biloba, um fitoterápico, te ajuda a melhorar o transporte de oxigênio. Ele é vendido livremente em farmácias sem contraindicações.
Também não se esqueça da Lecitina de Soja, um óleo. É um exemplo de bom colesterol, ele envolve a bainha de mielina (pedaço do neurônio) e o protege além de promover melhor o impulso elétrico. Em geral o azeite de oliva também faz isto, tome uma colher antes de consumir álcool e observará que levará mais tempo pra ficar bêbado.
Pra finalizar o fosfato também é necessário ao cérebro e se estiver com imunidade baixa, a Levedura de Cerveja (Sacharomyces Cerevisae) ajuda, também é fitoterápico e rico em vitaminas do complexo B, melhora até a pele, unhas e cabelos.

6. Tome mais água 
A primeira necessidade crucial das células cerebrais é a hidratação; a falta de água, mesmo em períodos curtos, reduz a interação de hormônios e diminui nosso rendimento.
Dê preferência à água pura, livre de complementos como açúcar, adoçantes e aromatizantes artificiais, gás, cafeína ou álcool. Por outro lado, chás com ervas desidratadas, sem açúcar, e chá verde, são muito bem vindos.

7. Escreva 
Ao colocar no papel suas opiniões, idéias e observações, sua mente consegue definir claramente o valor de cada pensamento, nutrindo o que é realmente importante e eliminando o descartável.
Ao escrever suas idéias e definir quais são importantes e devem ter continuidade, você desenvolve e aprofunda suas próprias opiniões, tornando-se mais articulado e inteligente.

8. Mude alguns hábitos
Bom, não há como você se tornar um ser inteligente se você é acostumado com mesmices. Cruze os braços, depois tente cruza-los ao contrario, e por fim faça o mesmo com as pernas. Tome banho de olhos fechados, dê “bom dia” a duas pessoas de forma diferente, com palavras diferentes.
Se você é um nerd que vive na Internet, mude de hábito por apenas um dia, chame a galera para sair no meio da semana, faça uma caminhada ou uma corrida, brinque com seu cachorro, ou arrume alguém que possa te acompanhar sem querer falar muito.

9. Pense positivamente 
Uma verdade simples: seu cérebro trabalha melhor quando você se sente bem. Pensamentos e emoções positivas deixam corpo e mente relaxados e livres, prontos para a produção de novas idéias.
A psicóloga Carol Dwek, da Universidade de Stanford, mostrou que o pensamento positivo funciona. Ela dividiu centenas de estudantes em dois grupos: os que achavam que sua inteligência era fixa e os que pensavam que ela podia mudar. Nos dois anos seguintes, o segundo grupo se deu melhor nos estudos.

10. Durma o suficiente
Seus neurônios se alimentam e rejuvenescem enquanto você dorme. Longos períodos de abstinência do sono deixam sua mente nas condições de uma pessoa bêbada e, em casos extremos, de uma pessoa drogada.
Durante o sono, sua mente processa memórias, revisita e soluciona questões emocionais, desenvolve novas habilidades e resolve problemas. O número de horas necessárias de sono saudável varia de pessoa para pessoa, mas costuma variar entre 6 e 8 horas diárias.

11. Visualização criativa
Visualização criativa é uma técnica que usa o relaxamento físico e a imaginação para desenhar e fortalecer cenários mentais. Ao desenvolver o hábito de imaginar-se em novas situações, ou conquistando novas metas, você relaxa, diverte-se e se acostuma a se sentir bem enquanto atua nestes novos cenários.
Para os céticos, trata-se apenas de um exercício revigorante e desafiador, que o prepara mentalmente para novos desafios; para os crédulos, você atrai energeticamente as coisas que imagina, de modo que ao visualizar criativamente uma vida melhor, você a está construindo já no mundo real.
A escola de medicina de Harvard conduziu uma experiência surpreendente em 2007. Neurocientistas de lá colocaram voluntários para tocar exercícios fáceis de piano. Eles treinaram duas horas por dia durante uma semana. Depois os pesquisadores escanearam o cérebro do pessoal. E viram que a área da massa cinzenta responsável pelos movimentos dos dedos havia crescido. Calma, essa ainda não é a parte insólita. Outros estudos já tinham mostrado que o cérebro é capaz de fazer isso quando você treina um pouco. A surpresa mesmo veio quando pegaram outro grupo e pediram que eles só imaginassem que estavam tocando piano. Resultado: o cérebro deles reagiu da mesma forma. Isso mostrou que o pensamento puro e simples é capaz de mudar a estrutura da mente.

12. Converse com você mesmo
Ninguém te conhece melhor que você mesmo, você pode conversar com você quando estiver se sentindo sozinho, converse com sua mente, se coloque na frente da um espelho e não tenha vergonha de olhar nos seus olhos quando estiver falando, analise tudo que você lê, tome cuidado com todos os conselhos e com todas as opiniões, nunca seja curioso demais nem tome atitudes de cabeça quente ou quando você não tem certeza de algo.
Você pode ser um herói ou um vilão pelas atitudes que toma e pelas palavras que profere, nunca responda algo que não tem certeza, também não deixe a pessoa mais na duvida, ajude apenas se poder ajudar, se não poder aprenda como ajudar.

13. E as drogas?
Alguns remédios podem bombar o raciocínio, em geral alterando o equilíbrio de neurotransmissores envolvidos nesse processo. Mas cuidado. As estrelas entre as “drogas da inteligência” são o metilfenidato (Ritalin) e o modafinil (Provigil). O primeiro é indicado para o transtorno do déficit de atenção e hiperatividade, enquanto o modafinil serve para combater a sonolência. Mas um recente relatório da Academia de Ciências Médicas de Londres afirma que eles ajudam a melhorar a atenção e a memória de pessoas saudáveis. O relatório também alerta para os perigos de comprar esses compostos sem orientação médica. O aderal, por exemplo, pode melhorar a concentração, mas também causar ataque cardíaco; o aniracetam ajuda na memória, mas gera ansiedade e insônia; as metanfetaminas contribuem para a concentração, e também para derrames cerebrais. Já a vasopressina, um hormônio para o tratamento do diabetes, ajuda na memória e no aprendizado. Por outro lado, seu consumo desordenado gera náuseas, anginas e coma.
E tem a velha nicotina. Estudos mostram que ela parece aumentar a interação entre os neurônios, o que favorece a atenção. Mas o preço a pagar por ela você sabe qual é. Segundo Gabriel Horn, da Universidade de Cambridge, mais de 500 substâncias como essas estão sendo pesquisadas – em geral para o tratamento de Alzheimer, Parkinson e outras doenças degenerativas. A maioria provavelmente terá seu uso restringido por agências reguladoras, mas algumas devem chegar às farmácias em breve.

Anote aqui também a Receita do Soro da Memória:
Um litro de leite em saquinho tipo A ou B. (Leites de caixinha ou em pó não servem).
Um limão inteiro.
Para cada litro de leite misture o suco de um limão inteiro.
Deixe descansar de 4 a 12 horas, até coagular.
Depois separe com uma peneira bem fina o que sobrar (o que passar pela peneira fina) é o soro da memória.
Tomar por três meses, 100 ml ou meio copo antes de dormir.
Dura de 3 a 5 dias na geladeira, também pode ser congelado.


Cuidado com as drogas acima descritas... não me diga que vai sair por ai tomando Ritalina. Os efeitos colaterais podem ser terríveis em uso a longo prazo, deixe isso pro vestibular.

Imagem: http://empe.fe.up.pt/multimedia/brain_gd.jpg

4 comentários:

digoclp disse...

Oww... muito bom!!!
o negocio agora é colocar em pratica!!

- disse...

hahahaha é isso ai kra, o ativo mais preciso que temos é a nossa mente. Se tiver com dificuldade em por em prática, leia o post a força do hábito! Abraço

Anônimo disse...

Muito bom! Parabéns.

Unknown disse...

Nossa! Um dos melhores textos ou artigos que já li. Somente aqui li sobre melhor aproveitamento do cérebro r saúde, concentração, como se sair bem na vida, alcançar objetivos, etc. Considero, este um dos textos mais completos que já li. Acredito que não somente sua memória, como também seu estado de espírito devem estar afinados!

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...